Covid-19: macrorregiões da Zona da Mata e Vertentes não têm alterações no ‘Minas Consciente’; novas regras para cirurgias eletivas são apresentadas

A decisão do Comitê Extraordinário Covid-19 foi tomada durante reunião nesta quinta-feira (22); veja também a situação das microrregiões.

O Comitê Extraordinário Covid-19 realizou a reunião semanal nesta quinta-feira (22) e decidiu manter a macrorregião Sudeste na Onda Verde, a Centro-Sul na Amarela e a Leste do Sul na Vermelha por mais uma semana. As áreas integram cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes. Com a queda no número de óbitos e na redução da espera por leitos, o grupo também definiu novas regras para as cirurgias eletivas em hospitais privados e públicos.

Também nesta atualização, o comitê informou a situação nas microrregiões da Zona da Mata e Vertentes. Veja abaixo como ficou. Vale lembrar que Juiz de Fora, apesar de receber definições por parte do Estado, cumpre o plano municipal de retomada econômica e atualmente está na faixa amarela.

  • Além Paraíba: Onda Verde;
  • Barbacena: Onda Amarela;
  • Carangola: Onda Amarela;
  • Juiz de Fora/Lima Duarte/São João Nepomuceno/Bicas: Onda Verde;
  • Leopoldina/Cataguases: Onda Amarela;
  • Muriaé: Onda Amarela;
  • São João del Rei: Onda Amarela;
  • Ubá: Onda Verde;
  • Viçosa: Onda Vermelha.

*As cidades podem escolher qual fase seguir quando há diferença entre as classificações das micro e macrorregiões, desde que uma delas não seja a Roxa, que é impositiva e mais restritiva.

Redução na espera por leitos

O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, afirmou que não há mais pressão por vagas nas macrorregiões. A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos Covid-19 está em torno de 58% e houve queda de 26% nas solicitações de internações no Estado.

Atualmente, 64 pacientes aguardam vaga para UTI Covid em Minas, enquanto na semana passada eram 70. No início de junho, esse número chegou a ser quase quatro vezes maior.

O número de óbitos registrados em decorrência da doença também caiu na última semana em Minas Gerais, conforme o Governo Estadual.

As novas regras de cirurgias eletivas foram apresentadas durante a reunião do Comitê desta quinta. Uma resolução da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) será publicada sobre o tema, assim como a Deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19 será alterada.

Agora, hospitais privados podem retomar as cirurgias eletivas e assim reduzir o passivo existente e a espera dos pacientes. Na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), a retomada poderá ocorrer no momento em que se comprovar estoque de pelo menos 30 dias do chamado “kit intubação”.

Macrorregiões em cenário desfavorável seguem impedidas de realizar esse tipo de cirurgia.

O Estado explicou que a suspensão das eletivas foi determinada devido à pressão por leitos de UTI e pelo baixo estoque do “kit intubação” em todo o país, com a consequente dificuldade de acesso a esses medicamentos. Segundo Fábio Baccheretti, a preocupação atual é em relação aos atrasos que a pandemia gerou neste tipo de cirurgia.

Macrorregiões

Atualização Minas Consciente 22/07 — Foto: Imprensa MG/Divulgação

Veja abaixo as cidades da Zona da Mata e Vertentes, que são de cobertura da TV Integração, e cada macrorregião da qual fazem parte:

Sudeste: Além Paraíba, Andrelândia, Antônio Prado de Minas, Aracitaba, Arantina, Argirita, Astolfo Dutra, Belmiro Braga, Bias Fortes, Bicas, Bom Jardim de Minas, Brás Pires, Caiana, Carangola, Cataguases, Chácara, Chiador, Coimbra, Coronel Pacheco, Descoberto, Divinésia, Divino, Dona Euzébia, Dores do Turvo, Ervália, Espera Feliz, Estrela Dalva, Eugenópolis, Ewbank da Câmara, Faria Lemos, Fervedouro, Goianá, Guarani, Guarará, Guidoval, Guiricema, Itamarati de Minas, Juiz de Fora, Laranjal, Leopoldina, Lima Duarte, Mar de Espanha, Maripá de Minas, Matias Barbosa, Mercês, Miradouro, Miraí, Muriaé, Olaria, Oliveira Fortes, Orizânia, Palma, Patrocínio do Muriaé, Pedro Teixeira, Pequeri, Piau, Pirapetinga, Piraúba, Recreio, Rio Novo, Rio Pomba, Rio Preto, Rochedo de Minas, Rodeiro, Rosário da Limeira, Santa Bárbara do Monte Verde, Santa Rita de Jacutinga, Santana de Cataguases, Santana do Deserto, Santo Antônio do Aventureiro, Santos Dumont, São Francisco do Glória, São Geraldo, São João Nepomuceno, São Sebastião da Vargem Alegre, Senador Cortes, Senador Firmino, Silveirânia, Simão Pereira, Tabuleiro, Tocantins, Tombos, Ubá, Vieiras, Visconde do Rio Branco e Volta Grande;

Centro-Sul: Alfredo Vasconcelos, Alto Rio Doce, Antônio Carlos, Barbacena, Barroso, Capela Nova, Carandaí, Cipotânea, Desterro do Melo, Dores de Campos, Entre Rios de Minas, Ibertioga, Paiva, Piranga, Ressaquinha, Santa Bárbara do Tugúrio, Santa Cruz de Minas, Santa Rita de Ibitipoca, Santana do Garambéu, São João del Rei e Senhora de Oliveira;

Leste do Sul: Cajuri, Paula Cândido e Viçosa.

Fonte: Agência Minas Gerais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com