CarnavalCulturaNotícias

Carnaval 2024: A visita aos “barracões” das escolas de samba prossegue e chegou à Esaca

Textos Aristides dos Santos/ imagens da visita Israel Maltik e da escolha do samba Emerson de Paula

Para escutar a reportagem e o samba, dê uma PAUSA momentânea no som da Rádio, no topo da página.

Reportagem anterior (23 de outubro de 2024):

Entre a noite de sábado e a madrugada de domingo, a Escola de Samba realizou um evento visando apresentar o samba enredo para o carnaval do próximo ano.

É tempo de conhecer o samba enredo da escola que, no mês que vem, fará aniversário.

A Escola de Samba Avenida Carlos Alves completará 83 anos no mês de novembro.

É Tempo de Verde e Rosa… Sempre é tempo de ser feliz!

É com este enredo que o Grêmio Recreativo Escola de Samba Avenida Carlos Alves, a “Esaca Verde e Rosa“, pretende envolver os foliões no carnaval do próximo ano.

O entrevistador Emerson de Paula ouviu a presidente da agremiação, Zelita Cabetti, que explicou à reportagem que o enredo escolhido é de autoria de Ronilson Ferreira de Oliveira, de Rio Novo, grande apoiador da escola, e revelou que o vencedor na escolha do samba (entre 4 inscritos) foi o músico Felipe do Cavaco.

Felipe é o intérprete oficial da escola que, além de apresentar a letra e a harmonia vencedores, também brindou os presentes com um animado show de pagode, junto da sua equipe de músicos.

Ele revelou com orgulho na reportagem que, há 10 anos, ele também sagrou-se vencedor na disputa pelo samba enredo oficial da escola para o Carnaval 2013.

Zelita compartilhou que está encontrando dificuldade para montar a ala das baianas (meio que convidando ouvintes para participar), e salientou que “Nego”, dono de “um vozeirão” e intérprete da Escola de Samba Ilha do Governador, também vinha cantar e prestigiar o lançamento do samba.

A presidente deixou o telefone (32) 99979-7407 à disposição de todos (para desfilar ou ajudar de alguma forma).

Emerson seguiu entrevistando Isabela Oliveira, rainha da bateria, que euforicamente disse que a sua fantasia já está pronta com mais de 3 meses de antecedência (ansiedade ?).

Em seguida, o mestre de baterias Ítalo Fonseca revelou estar há três anos comandando a bateria “swing verde e rosa”, e que se sente privilegiado em continuar contribuindo com a escola.

Já a porta- bandeira Larissa Caixeiro expôs que se sente honrada em portar o “estandarte verde rosa” pelo terceiro ano na escola e que, apesar da experiência, tem ensaiado bastante – independente de haver ou não um concurso no próximo ano.

Sobre o enredo: o Tempo

A Escola de Samba Esplendor do Morro também já escolheu seu samba enredo. Destacamos o evento em uma reportagem, porém, já a Unidos do Caxangá ainda não se pronunciou publicamente sobre seus preparativos para o Carnaval 2024 (veja a outra reportagem no final desta matéria).

O enredo fala das três etapas do tempo: começo, meio e fim. E aborda a percepção dos diferentes povos do mundo em relação a passagem do tempo, como os africanos, egípcios e chineses. Povos antigos e também modernos.

O enredo fala do tempo no sentido cronológico e também no sentido climático, uma vez que o passar dos dias traz um ciclo maior, o ano, e com ele as quatro estações (primavera, verão, outono e inverno) e com elas o “tempo de plantar” e o “tempo de colher“, lembrando a famosa passagem bíblica.

Dos “tempos da caverna” aos dias de hoje o mundo mudou. Como diria Cazuza”o tempo não para”.

Atualmente, vivenciamos grandes avanços na ciência e na tecnologia, contudo, são “tempos de pressa” e, embora o dia continue tendo 24h, todos reclamam da “falta de tempo“.

Embora o dia continue tendo 24h, todos reclamam da “falta de tempo”

É tempo de conhecer a história: Esaca 1940 – 2023

A Escola de Samba Avenida Carlos Alves completará 83 anos no mês de novembro. A Esaca iniciou suas atividades em 1940, como um bloco carnavalesco, “o bloco da Avenida”.

Como o bloco possuía uma animada bateria e, de certa forma era também mais organizado que um mero bloco, os foliões achavam que o desfile parecia com uma escola de samba e, diz a tradição, ao avistalá- la o público dizia “Lá vem a Escola de Samba da Avenida”.

E assim, o bloco foi crescendo e acabou dando forma à primeira Escola de Samba de São João Nepomuceno. Nos primórdios, a agremiação era tricolor, ostentando as cores do Fluminense, time dos fundadores: verde, vermelho e branco.

A partir de 20 de julho de 1967, a Escola virou “pessoa jurídica”, registrada no Cartório do 1° Ofício de São João Nepomuceno com o nome de Escola de Samba Avenida Carlos Alves (ESACA), já com as cores verde e rosa, em homenagem à madrinha Mangueira, tendo adotado por símbolo um pandeiro.

A escola está localizada na Rua General Mourão Filho, 208. Caso o leitor ou ouvinte deseje desfilar ou colaborar, de alguma forma, com o desfile da agremiação, a presidente deixou o telefone (32) 99979-7407 à disposição de todos.

E as demais Escolas de Samba?

A Escola de Samba Esplendor do Morro também já escolheu seu samba enredo. Destacamos o evento em uma reportagem, já Unidos do Caxangá ainda não se pronunciou publicamente sobre seus preparativos para o Carnaval 2024.

Acesse aqui a reportagem sobre a escolha do samba enredo da Esplendor

Esquentando os tamborins: Esplendor do Morro escolhe o samba enredo para o Carnaval 2024

Aristides Dos Santos

Formação: Graduação presencial em TV, Cinema, Rádio e Internet pela UNIBAN (Universidade Bandeirantes do estado de São Paulo), campus Osasco- SP. Habilitação: Trabalhos em audiovisual (cinema), atividades de radiodifusão RTV, produção de livros, revistas e jornais (impressos e digitais), criação e gestão de tráfego pago ou orgânico para internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *