Cidade e RegiãoNotíciasPlantão Policial

Pai do bebê de 7 meses de idade, que deu entrada no HMTJ sem vida, confessa ter agredido a criança e é preso Pela Polícia Civil

PLANTÃO DE JORNALISMO

✓Atualização às 17h:

Às 17h, a Assessoria de Imprensa da Polícia Civil informou à emissora que,em depoimento, o homem de 27 anos confessou ter agredido a criança. De acordo com a delegada Camila Miller, o laudo pericial constatou a incompatibilidade das lesões com a versão de que a criança teria sofrido uma queda durante o banho.

Foram ouvidos todos os envolvidos , os médicos que atenderam a criança e testemunhas.

O pai do bebê será encaminhado ao sistema Prisional e o inquérito segue em andamento. A mãe foi liberada (à princípio, ao contrário do que aparentava, não foi a autora ou partícipe da agressão).

Nota da redação: A história está “menos mal contada”, mas carece de outros esclarecimentos que, possivelmente, serão dados no correr do inquérito policial.

Atualização às 15h:

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que os procedimentos de apuração do homicídio de um bebê (menino) de 07 meses estão sendo realizados nesse momento (15h), pela Delegacia Especializada de Investigação de Homicídios, onde o pai da criança acabou de ser ouvido e terá sua prisão em flagrante ratificada.

A delegada Camilla Miller atenderá a imprensa nesta tarde, entre as 15:30 e 16:30.

Informações sobre este trágico acontecendo a qualquer momento, em edição extraordinária.

Reportagem Original

O bebê tinha ferimentos no tórax, abdômen, rosto e crânio, incompatíveis com a versão da mãe de que escorregou do colo e sofreu queda, durante o banho. De acordo com Sgto Fraga, do 27° BPM, o pai foi quem identificou as lesões no corpo da criança, ao trocar a fralda do bebê. Indagado por esta reportagem sobre a condição do pai, o policial declarou que “não havia, até aquele momento, subsídio para condução dele na condição de autor“.

Informações repassadas à esta Reportagem pela Assessoria de Imprensa PMMG:

Local e data: bairro Sagrado Coração de Jesus, Juiz de Fora, domingo, turno da tarde (14h53)

Vítima: Sexo Masculino 07 meses de idade
Autora: Sexo Feminino 23 anos (mãe).

A Polícia Militar foi acionada, por volta das 14h, pela equipe médica do Hospital Maternidade Therezinha de Jesus ( HMTJ), onde um bebê de 07 meses deu entrada, já sem vida.

As médicas questionaram os pais sobre o que teria ocorrido, pois a criança apresentava várias lesões pelo corpo.

A mãe do bebê alegou que, no sábado, por volta das 16h, ao dar banho no filho, ele teria escorregado do colo e caído no chão, apesar das lesões não serem compatíveis com uma queda.

Ao dar entrada no Hospital, no domingo, o bebê tinha ferimentos no tórax, abdômen, rosto e crânio.

A mãe e o pai alegaram que o bebê, desde então, apresentou “comportamento normal” e que, após amamentar a criança, “o bebê vomitou e começou a ficar gelado” e, em razão disso, o casal resolveu levá-la ao Hospital, na tarde de domingo.

O corpo da criança foi encaminhado ao IML, a perícia compareceu à residência do casal e a mãe do bebê foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil, onde ficou detida. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar como “homicídio consumado“.

Fonte: Sgto Fraga/27° BPM/ Imprensa PMMG/ foto “divulgação” HMTJ

Aristides Dos Santos

Formação: Graduação presencial em TV, Cinema, Rádio e Internet pela UNIBAN (Universidade Bandeirantes do estado de São Paulo), campus Osasco- SP. Habilitação: Trabalhos em audiovisual (cinema), atividades de radiodifusão RTV, produção de livros, revistas e jornais (impressos e digitais), criação e gestão de tráfego pago ou orgânico para internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *