O que sabemos sobre a nova variante do coronavírus

Nova variante da Covid-19 é mais contagiosa que as variantes anteriores

O Reino Unido detectou uma nova variação da Covid-19 que, segundo o diretor médico da Inglaterra, é mais contagiosa do que as variantes anteriores.

O professor Chris Whitty diz que um “trabalho urgente” está em andamento para descartar se a nova cepa do novo coronavírus, prevalente no sudeste da Inglaterra, pode causar uma taxa de mortalidade mais alta.

“Não há nenhuma evidência atual que sugira que a nova cepa cause uma taxa de mortalidade mais alta ou que afete vacinas e tratamentos, embora um trabalho urgente esteja em andamento para confirmar isso”, disse ele em um comunicado.

O que mais sabemos sobre essa variante?

• O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse que a nova variante pode ser até 70% mais transmissível do que a antiga, embora ainda haja “considerável incerteza”.

Onde foi detectada?

• A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a nova variante também foi identificada na Dinamarca, Holanda e Austrália.

• A Austrália disse na segunda-feira que detectou dois casos da nova variante em instalações de quarentena australianas.

O que outros países estão fazendo em resposta?

Mais de uma dúzia de países estão proibindo viagens a partir do Reino Unido em resposta à nova variante.

• Esses países incluem Holanda, Bélgica e Alemanha.

• Outros países estão impondo restrições – a República Tcheca impôs uma quarentena obrigatória de 10 dias para qualquer pessoa que chegue do Reino Unido.

As vacinas vão funcionar contra essa mutação?

• Cientistas do Instituto Walter Reed, do Exército dos Estados Unidos, esperam que as vacinas sejam eficazes contra essa nova variante, disse o médico Nelson Michael, diretor do Centro de Pesquisa de Doenças Infecciosas do instituto.

• Os pesquisadores do Walter Reed disseram que esperam saber nos próximos dias se há uma preocupação de que as vacinas contra o novo coronavírus possam não funcionar contra essa variante.

Novo lockdown em partes do Reino Unido

• Após a descoberta da variante, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou o aumento das restrições em parte do país, endurecendo as regras sobre reuniões domésticas que seriam relaxadas no Natal.

• Líderes na Escócia e no País de Gales também introduziram medidas mais rigorosas.

Israel Malthik

Nasceu em São João Nepomuceno. É Técnico em Administração e Fotografia Artística. Foi fotógrafo da APCEF (Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal), freelancer em jornais como Estado de Minas e Agência Minas. Premiado por diversos clubes e grupos fotográficos. Atualmente é fotojornalista da Rádio Difusora de São João Nepomuceno. Israel Malthik também atua em editoriais de moda em grandes marcas da Zona da Mata Mineira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com