Cidade e RegiãoNotíciasPlantão Policial

Tentativa de Feminicídio: Após expedição de Mandado de Prisão, solicitado nesta Comarca, foragido da Justiça é preso no HPS, em JF

Atualização em 09/02/24: A assessoria de Imprensa do SAMU informa que o paciente deu entrada com ferimento em região cervical anterior, lesão de traqueia e esofago, afásico, porém lúcido e orientado, comunicou com equipe por escrito. paciente estável no momento.

PLANTÃO: POLICIAIS DE SÃO JOÃO NEPOMUCENO, VINCULADOS AO 2° BPM, COM APOIO DE POLICIAIS MILITARES DO 27°, EXECUTARAM O MANDADO DE PRISÃO

✓ Segunda atualização em 08/02/ 24: O Mandado de Prisão número 5000189-69.2024.8.13.0629.01.0001-01, expedido pela 2ª Vara Cívil, Criminal e de Execuções da Comarca de São João Nepomuceno, foi executado em Juiz de Fora, conforme exposto pelo Tenente Victor Bressan, 1° Pelotão/136 Cia PM, no Hospital de Pronto Socorro Mozart Teixeira (HPS), às 18h.

Ele foi preso por equipes da Polícia Militar de São João Nepomuceno, com reforço de equipes policiais de Juiz de Fora.

✓ Primeira atualização em 08/02/24: Saíram as Medidas Cautelares solicitadas pela Maria e o esperado Mandado de Prisão Preventiva em desfavor de P.S.S, 52 anos, que saiu do flagrante e não se apresentou espontaneamente à Polícia Civil.

Matéria anterior:

“NÃO VIVE, APENAS AGUENTA”

O autor, um dia, jurou amá -la. Outra Maria enganada, outra Maria perdoando, outra Maria com hematomas, sangrando e chorando.

Mais uma Maria entra para as estatísticas de violência doméstica. No Boletim de Ocorrência: “Homicídio Tentado”.

Maria das Graças de Jesus Oliveira, 52 anos, foi brutalmente agredida, com dois golpes, usando um tamborete de madeira. Não satisfeito, P.S.S., de 52 anos, partiu para cima com uma faca.

O resultado: foi esfaqueada. A ação covarde, ocorrida na quinta (01/02), na Rua Sargento Domingos , bairro Bela Vista, comoveu a pacata cidade de São João Nepomuceno, com seus quase 26 mil habitantes.

O autor, um dia, jurou amá -la. Outra Maria enganada, outra Maria perdoando, outra Maria com hematomas, sangrando e chorando.

O erro de Maria foi não se recordar destas palavras de Francisco de Assis: “foi – se o tempo em que acreditei em palavras”.

Francisco de Assis: “foi – se o tempo em que acreditei em palavras”.

Maria está no Plantão da Delegacia de Polícia Civil de SJN e quer Medidas Protetivas e outras medidas judiciais. E que a “santa Lei da Maria”, a da Maria da Penha, abençoe sua vida e que possa recomeçar sua vida, em paz. Ela em seu canto e ele, prestando contas à Justiça.

Veja a Reportagem no dia do ocorrido, quinta (01/02/2024), a matéria tem um link para o caso de Rafaela Bruna, vítima de tentativa de feminicídio em 30/11/2023:

https://difusorasjn.com.br/97.3fm/mulher-e-agredida-e-esfaqueada-no-bairro-bela-vista/

“Não vive, apenas aguenta”;
“Maria, Maria
É um dom, uma certa magia
Uma força que nos alerta
Uma mulher que merece
Viver e amar
Como outra qualquer
Do planeta”

( Letra Brant, intérpretes Elis Regina e Milton Nascimento)

Aristides Dos Santos

Formação: Graduação presencial em TV, Cinema, Rádio e Internet pela UNIBAN (Universidade Bandeirantes do estado de São Paulo), campus Osasco- SP. Habilitação: Trabalhos em audiovisual (cinema), atividades de radiodifusão RTV, produção de livros, revistas e jornais (impressos e digitais), criação e gestão de tráfego pago ou orgânico para internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *